Um vestido tubo #burdalovers

Voltei à minha Revista favorita para fazer mais uma peça.
Fui à edição de março e investiguei qual a peça que poderia fazer e escolher algo que ainda não tivesse arriscado.

Tenho-vos a apresentar que a minha escolha foi num vestido de noiva!
E agora perguntam-me: Mas vais casar?
A resposta é: Não! Mas adorei o modelo. 🙂

vestido tubo - Revista Burda Style março 2016

vestido tubo – Revista Burda Style março 2016

Tenho um vestido (que é um dos meus preferidos) que comprei na Zara há alguns anos e que tem este género de corte. E decidi primeiro ir ao site deles investigar os modelos que tinham para ver sobretudo os padrões que usam nos vestidos, uma vez que a referência da revista é como vestido de noiva.
E encontrei exemplos que até gostei…

“Se estes têm padrões e são giros, o meu também pode ficar…”
Foi o que pensei…

Fui comprar o tecido com uma ideia muito fixa dos padrões que vi na loja online.
O que foi um erro (para a próxima tenho de me lembrar de não voltar a fazer isto, porque depois nenhum tecido agrada).

Depois de comprar o tecido, vim para casa pôr mãos à obra!

O tecido:
O padrão era todo igual, mas as cores alternavam. Então optei por fazer com que este coincidisse no vestido de forma simétrica. No final vão ver do que vos falo. 😉

Construção da peça:

  • Preparar o material a usar durante a construção da peça;
  • Passar os moldes indicados para o papel de seda;
  • Marcação do molde no tecido, acrescentar os suplementos de costura e de seguida, cortar as partes integrantes da peça.
  • Costurar pinças, ombros, guarnição, lado do vestido, mangas e assentar tudo muito bem com o ferro.
  • Costura do decote na parte das costas.
  • Coser ilhós e botão.

O que foi fácil nesta peça?
As instruções eram claras e deu para perceber a construção da peça. No entanto, como já começo a fica familiarizada com as instruções da Revista Burda Style, acabo por conseguir construir a peça quase sem olhar para as indicações descritas.

Difícil?
O decote da parte de trás do vestido. Demorei um pouco a entender como podia coser esta parte. Mas li e reli com muita atenção as instruções, até que apercebi-me aos poucos como era a construção.

O que alterei do original?

  • Para começar o tema do vestido. Originalmente era para um vestido de noiva e coloquei num vestido casual.
  • A largura. Ajustei à largura pretendida de modo a ficar mais justo ao corpo, mas que ainda assim mantivesse o estilo tubo.
  • O tipo de tecido que apresentava na revista.
  • O comprimento. Ficou aproximadamente 10 cm mais curto.

O resultado final?
Aqui está! 😉

20

O que acharam do resultado final? Gostaram?

Beijinho, C*

Anúncios

2 thoughts on “Um vestido tubo #burdalovers

  1. Catarina Ribeiro diz:

    Adorei! 🙂 Este também é um dos meus favoritos da burda de março! E o padrão é lindo! Também já fiz uma blusa do Módulo 0 da Academia burda com esse padrão piede-poule!

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s